Buscar

O Poder de uma Vida Autêntica

Ansiedade, depressão e infelicidade nos afligem quando não vivemos a vida de um modo que seja congruente com nossos “EUs Autênticos", quando estamos correndo tentando satisfazer as demandas dos outros.


"Tempos difíceis despertam em nós um instintivo desejo pela autenticidade." - Coco Channel

Isso é o que eu aprendi depois de trabalhar por anos em lugares que me davam dinheiro e não me davam prazer; depois de fazer de tudo para agradar quem não reconhecia meus esforços; após me entregar por anos em relacionamentos abusivos que apenas alimentavam minhas inseguranças.


Isso é o que também tenho percebido em meu trabalho, vendo que muitas pessoas ficam presas na proverbial “roda de hamster” da vida - um ciclo interminável de insatisfação no trabalho, responsabilidades cheias de culpa e intermináveis obrigações domésticas.


Raramente paramos para refletir sobre quem realmente somos ou por que fazemos o que fazemos. A falta de um significado mais profundo no trabalho e a ausência de um propósito de vida faz com que liguemos o piloto automático - um estado de inconsciência e estagnação. Nos desconectamos de nossos verdadeiros Eus, nossos relacionamentos e até mesmo do mundo ao nosso redor.


Recentemente, um executivo veio a mim para aconselhamento - um cara educado, articulado e simpático em seus 40 anos. Ele nunca tinha falado com um coach antes e não sabia ao certo que esperar. Ele odiava seu emprego, mas sentia-se preso a um par de “algemas de ouro”, porque tem uma família para sustentar. Ele disse ainda que sua esposa estava infeliz porque ele não ajudava em tarefas domésticas – a cada dia eles brigavam mais e se distanciavam emocional e sexualmente.


Ele se sentia mal tanto no trabalho quanto em casa. Os momentos de alegria e paz com seu filho pequeno o mantinham caminhando. Happy hours com os colegas do escritório alguns dias por semana eram, aparentemente, o modo como ele lidava com o estresse, a frustração e a solidão.


Ele tinha dificuldade de identificar seus sentimentos e ainda mais dificuldade em expressá-los na sessão. Ele parecia estar preso em uma jaula de medos, crenças autolimitantes e pensamentos do que ele “deveria” estar fazendo e “deveria” estar sentindo… Era como se ele tivesse se tornado uma outra pessoa e perdido sua própria voz anos atrás — vinte e seis anos atrás, para ser específico…


Infelizmente, isso é bastante comum: pessoas como atores e atrizes vivendo papéis fictícios em cenários que outros projetaram para elas. A saída é olhar para dentro e:


  • Reconectar-se com seu Eu Autêntico compreendendo a beleza de suas imperfeições, limitações e descobrindo seu poder e dons únicos.

  • Entregar-se aos relacionamentos importantes em suas vidas através de empatia, autenticidade, vulnerabilidade e comunicação aberta/assertiva.

  • Reequilibrar suas vidas com hobbies e atividades de lazer estabelecendo limites saudáveis ​​e gerenciando seu tempo.

  • Reabastecer-se de energia e motivação utilizando práticas de autocuidado e torná-las uma prioridade acima de qualquer outra.

  • Realinhar seu trabalho com seus dons e propósito de vida e assim viver o verdadeiro poder e coragem que as engaja em comportamentos proativos.

  • Revitalizar a paixão pelo grande dom da vida praticando a gratidão conectando-se com o Ser Criador que habita em cada um, as alinha com o universo e permite-lhes viver plenamente a essência de seu espírito.

Crescer é ter coragem de olhar para dentro e nascer como indivíduo autêntico. Não basta nascermos em corpo, é preciso nascermos em identidade. Isso é Ser Autêntico.


#nascer #identidade #crescer #autenticidade #seguranca #coach #christinadelposso #possomuitomais #amorproprio #inteligenciasocioemocional


4 visualizações0 comentário